Receita lança nova versão do programa para envio do IR 2016

Cotações e Índices

Moedas - 20/05/2019 16:23:22
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,102
  • 4,103
  • Paralelo
  • 4,060
  • 4,270
  • Turismo
  • 3,940
  • 4,270
  • Euro
  • 4,580
  • 4,582
  • Iene
  • 0,037
  • 0,037
  • Franco
  • 4,069
  • 4,068
  • Libra
  • 5,220
  • 5,222
  • Ouro
  • 166,310
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 22/Maio/2019
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A Secretaria da Receita Federal informou nesta quinta-feira (3) que há uma nova versão (1.1) disponível para o programa do Imposto de Renda das Pessoas Físicas (IRPF) de 2016 em sua página na internet e pede que os contribuintes que ainda não enviaram o documento façam o "download" da versão atualizada antes de transmití-lo.

De acordo com o supervisor nacional do Imposto de Rendado Fisco, Joaquim Adir, a primeira versão do programa estava com um problema na verificação de pendência para validação do CPF de dependentes.

No IR de 2016, passou a ser obrigatória a indicação do CPF de dependentes com 14 anos ou mais. Até o ano passado, essa obrigatoriedade valia somente para dependentes com 16 anos ou mais.

"O programa estava deixando passar se tivesse erro em pendência [do CPF de dependentes]. Por segurança, para evitar que o contribuinte caia em malha, disponibilizamos uma nova versão do programa. Quem já entregou a declaração, não tem problema nenhum. Se tiver algum problema, nós vamos corrigir. A gente consegue verificar depois isso internamente e fazer a correção", declarou Adir ao G1.

Até as 11h desta quinta-feira (3), 679.931 contribuintes haviam entregue a declaração do Imposto de Renda.

De acordo com a Receita Federal, quem preencheu a declaração, total ou parcialmente, e ainda não transmitiu, não vai perder dados, pois eles serão transferidos para a nova versão do programa do Imposto de Renda.

"O contribuinte deve baixar a nova versão, finalizar o preenchimento e fazer a transmissão. Se o contribuinte tentar transmitir a declaração feita na versão original do programa (IRPF2016 1.0), receberá um aviso alertando sobre a necessidade de fazer o download e utilizar a nova versão", informou a Receita Federal.

Fonte: G1 - 03/03/2016


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 55434
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão