5 dicas para elaborar um planejamento financeiro eficiente

Cotações e Índices

Moedas - 26/03/2019 09:45:51
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,857
  • 3,859
  • Paralelo
  • 3,850
  • 4,060
  • Turismo
  • 3,700
  • 4,010
  • Euro
  • 4,347
  • 4,351
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,879
  • 3,880
  • Libra
  • 5,106
  • 5,109
  • Ouro
  • 163,280
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Ao passo que tem uma das maiores taxas empreendedoras do mundo, o Brasil também amarga altíssimos índices de mortalidade empresarial. Por que isso acontece? Os fatores são muitos e variam de acordo com a região, a área do negócio, a experiência dos empreendedores e os motivos que os levaram a empreender. Mas um ponto é comum a praticamente todos os empreendimentos que quebram: planejamento financeiro ruim ou inexistente.

Planejar bem as finanças do seu negócio é crucial, principalmente nas micro e pequenas organizações, que dispõem de menos capital e, por isso, estão mais suscetíveis aos efeitos de instabilidades.

Abaixo, organizamos cinco dicas que vão ajudar você a elaborar um planejamento financeiro eficiente. Confira:

Estimar e separar custos fixos de variáveis


Organize suas despesas de forma que seja possível mensurar com clareza tudo que sai e prever da maneira mais precisa possível os gastos futuros. Para isso, é fundamental que custos fixos sejam destacados dos variáveis.


Pro-labore é despesa

Em muitas empresas pequenas, não há uma especificação do que é o pro-labore e, em alguns casos, sequer a identificação desse tipo de retirada nas planilhas. É preciso entender desde cedo que nem tudo que “sobra” depois de pagar todas as contas vai diretamente para a conta do empreendedor. O ideal é prever um valor fixo para o pro-labore, que nada mais é do que o “salário” do empresário, e nunca retirar mais do que ele a cada mês.

Reservar para investimentos e emergências


Além de cobrir os custos operacionais e retirar seu pro-labore, o empreendedor precisa prever em seu orçamento algumas reservas estratégicas. São elas: verba para investimentos futuros e fundo de reserva para emergências. Trabalhar sempre com o orçamento no limite é um risco alto. Qualquer momento desfavorável pode complicar muito a situação da empresa.


Indicadores financeiros

Quase ninguém em PMEs dá atenção a isso, mas levar em consideração índices como o de inflação e da taxa de juros pode fazer grande diferença em seu planejamento financeiro. Algumas despesas podem ficar maiores ou menores dentro de alguns meses e prever isso pode ajudar seu negócio a escolher o melhor caminho a ser percorrido até lá.

Software

Organizar o fluxo de caixa é um dos primeiros desafios enfrentados pelos empreendedores de pequenos negócios, que muitas vezes precisam utilizar programas complexos e confusos. Em outros casos, eles sequer utilizam softwares e mantêm uma gestão sofrível de suas finanças. O QuickBooks ZeroPaper é uma boa opção para facilitar esse trabalho. O sistema oferece um ambiente simples e completo, com recursos gratuitos e fáceis de utilizar.

Fonte: administradores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 53416
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão