Como ter uma reunião de trabalho mais produtiva

Cotações e Índices

Moedas - 26/03/2019 16:37:29
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,867
  • 3,868
  • Paralelo
  • 3,850
  • 4,040
  • Turismo
  • 3,710
  • 4,020
  • Euro
  • 4,361
  • 4,362
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,892
  • 3,892
  • Libra
  • 5,109
  • 5,112
  • Ouro
  • 163,280
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Um novo e-mail na caixa de entrada e um convite para uma reunião de trabalho. Até aí, tudo certo, pois normalmente é assim que as empresas informam os seus colaboradores sobre este importante compromisso corporativo. Entretanto, quando as reuniões se tornam recorrentemente improdutivas é hora de parar e analisar o que está sendo feito de errado.

O excesso de reuniões é uma das principais reclamações dos profissionais. E de fato, quando há reuniões demais e decisões de menos, esta importante ferramenta acaba ficando banalizada e perdendo sua credibilidade.

Pensando em eliminar definitivamente este tipo de problema, o Instituto Brasileiro de Coaching dá algumas sugestões de como os gestores podem se organizar para ter reuniões mais produtivas, que realmente façam sentido e tragam os benefícios desejados à empresa:

Defina uma pauta – Reuniões improdutivas começam pela falta de foco nos assuntos que serão tratados. Por isso, é fundamental que o gestor ou o profissional responsável por conduzir o encontro defina uma pauta de assuntos que serão abordados, a fim de delimitar as questões e resolver efetivamente os assuntos listados. Também é importante para que os convidados possam saber os temas, pensar antes e levar ideias e soluções para as tratativas.

Convide as pessoas certas – Embora faça parte do dia a dia de trabalho de um profissional, é preciso lembrar de que durante as reuniões ele estará ausente de seu posto de trabalho e, poderá ter suaprodutividade reduzida. Então, pense de forma estratégica e convide somente pessoas que realmente podem agregar valor ao encontro e não tire todo mundo de suas atividades em vão.

Tenha um roteiro – Para que a reunião de trabalho seja realmente produtiva, defina um roteiro de pautas a serem tratadas e o tempo médio para apresentações e deliberações. Isso vai ajudar a organizar os assuntos e fazer uma melhor administração do tempo.

Mantenha o foco – É muito importante, aliás, essencial que o tempo do encontro seja muito bem aproveitado e que o foco seja nas questões colocadas na pauta. Não deixe que o grupo desvie o foco e perca a concentração abordando assuntos fora do script. Busque mantê-lo focado nas resoluções que precisam ser atendidas.

Faça sempre atas – A ata é o registro de tudo que ocorreu durante a reunião: o que foi abordado, o que os participantes falaram e também o que foi decidido naquele encontro. Serve para documentar o encontro e para que a qualquer momento os profissionais possam rever esta ata e verificar o que foi deliberado.

Viu como é simples deixar a reunião de trabalho mais produtiva? Tudo é uma questão de organização e de foco, pois quando sabemos ao certo quais assuntos tratar e com quem tratar, fica mais fácil resolver os problemas e ser mais assertivo na tomada de decisões.

 

Fonte: administradores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 53437
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão