Como lidar com a desmotivação no trabalho?

Cotações e Índices

Moedas - 26/03/2019 13:23:56
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,875
  • 3,876
  • Paralelo
  • 3,830
  • 4,030
  • Turismo
  • 3,720
  • 4,030
  • Euro
  • 4,372
  • 4,375
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,898
  • 3,898
  • Libra
  • 5,116
  • 5,118
  • Ouro
  • 163,280
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 29/Março/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2018
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração mensal
  • FINOR/FINAM/FUNRES | Apuração trimestral
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal
  • PAEX 1 | Parcelamento Excepcional
  • PAEX 2 | Parcelamento Excepcional
  • Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • INSS | Previdência Social | Simples Nacional | Parcelamento Especial
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut || Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB)
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF)
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc)
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA)
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Há dias em que vamos para o trabalho satisfeitos e motivados, porém, em outros, tudo o que mais desejamos é ficar em casa. Essa é a famosa desmotivação, que faz com que muitos fiquem “anestesiados” e não consiga desenvolver qualquer atividade na empresa de modo e no prazo satisfatórios.

Esperar que a motivação surja de outras pessoas é um dos grandes erros e um paradigma ainda muito presente no mercado de trabalho. Muitos profissionais têm problemas para localizar e identificar situações de desmotivação na empresa e, em algumas situações, acabam buscando culpados para punir, como o chefe, por exemplo.

O bom chefe deve, sim, gerar o estímulo correto para que seus funcionários tenham “motivo para ação”, mas a verdade é que ele não poderá fazer nada por ninguém. A motivação é interna, assim, o único responsável por seu estímulo é você mesmo!

O outro paradigma é acreditar que motivação é sinônimo de sucesso. Todos passamos por momentos em que começamos a duvidar do nosso trabalho e das nossas capacidades, mas é justamente o desafio que pode nos motivar a alcançar determinado resultado. Ou seja, o sucesso é a consequência da motivação, e não o contrário.

Mas como os desmotivados podem reverter a sua situação? Será que a esse desânimo tem “cura”? É preciso reencontrar razões para vencer e superar os obstáculos e, para isso, só há uma maneira: agir! Se formos esperar as condições ideais para, depois, nos motivarmos, jamais nos animaremos com coisa alguma.

Pensando nisso, preparei três passos para você reverter esse desânimo no dia a dia de trabalho:

Verificar se seus valores estão alinhados aos da empresa: eles são parâmetros para você decidir o que é importante ou não em suas vidas pois exigem o seu tempo, dinheiro e energia. Os princípios da empresa determinam o comportamento das pessoas independentemente de seu tamanho, origem ou segmento de mercado e o fato de não estarem alinhados aos seus valores pessoais pode ser uma das razões de sua insatisfação.

Tenha um objetivo claro de vida: pense no futuro e tenha perspectiva! Quando não se sabe qual é o destino da viagem, não há razão para seguir sua caminhada, não é mesmo? Isso geralmente acontece quando você pensa somente no emprego, em vez de pensar na sua carreira. Ao pensar apenas no trabalho, você tem a sensação de "curto prazo". Para definir seu objetivo de vida, saiba o que o sucesso representa para você, afinal de contas, o que motiva seu colega, com certeza, é diferente do que te motiva.

Aumente a sua capacidade para lidar com a adversidade: todo profissional passa por várias adversidades, mas nem sempre está equipado para lidar com elas. Todos reagimos de acordo com a capacidade de controlar nossas respostas perante às dificuldades e o objetivo é determinar qual parte da situação você é responsável por melhorar, o quanto você se responsabiliza pela situação, não interessando quem é o culpado, mas sim como pode resolver, o quanto exerce o seu papel na recuperação de algo, independentemente de quem causou. Por isso, definir uma meta é muito importante para se manter motivado. A grande questão é como obter mais estímulos nas áreas que desejamos, como nos tornarmos – e os que estão mais próximos a nós – mais estimulados a perseguir realizações profissionais e nos negócios.

Daniela do Lago

Fonte: administradores.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 53430
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão