Google lança serviço que libera uso compartilhado de apps no Brasil

Cotações e Índices

Moedas - 22/11/2019 08:21:40
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,203
  • 4,204
  • Paralelo
  • 4,150
  • 4,390
  • Turismo
  • 4,140
  • 4,400
  • Euro
  • 4,645
  • 4,649
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,767
  • 3,770
  • Libra
  • 4,786
  • 4,792
  • Ouro
  • 198,420
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 22/Novembro/2019
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Brasileiros donos de smartphones Android poderão compartilhar apps, games, músicas e livros comprados na Google Play. O Google lançou nesta quarta-feira (27) no Brasil o Biblioteca da Família, um serviço que libera o uso de um conteúdo baixado ou comprado em sua loja por até seis pessoas.

Um usuário tem que se identificar “chefe” da família. É ele quem selecionará os outros membros, indicará o cartão de crédito usado para fazer os pagamentos pagar e as condições do que poderá ser comprado.

Ele pode escolher, por exemplo, que os downloads feitos por integrantes da família que tenham entre 13 e 17 anos tenham de ser aprovados e se as compras dentro dos aplicativos são todas pré-aprovadas ou não.

Depois de formada a família, todas as compras de conteúdo dos membros são incluídos na “biblioteca”, que é aberta a todos. É possível escolher não compartilhar determinado produto, que pode ser pago com o meio de pagamento da família ou por outro de escolha do usuário, seja um cartão de crédito pessoal ou um cartão de presente.

Não é a primeira iniciativa do Google para reunir toda a família. A empresa lançou em fevereiro deste ano um plano família para o Google Play Música. Por R$ 23 mensais, até seis pessoas podiam acessar o serviço de música por streaming da companhia.

Fonte: g1globo.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 61070
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão