Valor total das transações com cartão de crédito teve alta de 3% em 2016

Cotações e Índices

Moedas - 06/04/2020 15:55:14
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,350
  • 5,351
  • Paralelo
  • 4,530
  • 5,300
  • Turismo
  • 5,290
  • 5,610
  • Euro
  • 5,782
  • 5,786
  • Iene
  • 0,049
  • 0,049
  • Franco
  • 5,474
  • 5,477
  • Libra
  • 6,588
  • 6,592
  • Ouro
  • 275,270
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 09/Abril/2020 – 5ª Feira.
  • ICMS | Substituição tributária.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Brasília - O Banco Central informou nesta segunda-feira, 10, que, no ano passado, as transações com cartões de crédito somaram R$ 674 bilhões, o que representa um aumento de 3% em relação a 2015. Já as operações com cartões de débito somaram R$ 430 bilhões, uma alta de 10%. Os dados fazem parte das Estatísticas de Pagamentos de Varejo e de Cartões no Brasil, publicadas pela instituição.

Em número de operações, as transações com cartões de crédito subiram 6% de 2015 para 2016 e atingiram 5,9 bilhões de operações. No caso do cartão de débito, foram 6,8 bilhões de operações, o que representa uma alta de 5%.

O uso de cheques, por sua vez, continua em trajetória de queda. Em 2016, conforme o Banco Central, ocorreram 879 milhões de operações com cheques, o que significa uma baixa de 14% em relação a 2015. O valor envolvido nas operações com cheques foi de R$ 2,259 trilhões, uma queda de 12% em relação ao ano anterior.

Se por um lado o uso do cheque diminui, por outro o de equipamentos móveis, como telefones celulares, tem crescido. Os dados do BC mostram que em 2016 foram realizadas 16,7 bilhões de operações com equipamentos móveis, o que representa 28% do total de transações. Em 2015, este porcentual era de 19%.

O principal canal de acesso continua sendo a internet, com a utilização de computadores pessoais. Em 2016, 33% das transações ocorreram desta forma. Já as transações bancárias realizadas em agências ou postos de atendimento somaram 8,1 bilhões de operações, uma redução de 8% em relação a 2015. A participação deste canal passou de 16% em 2015 para 13% em 2016, de acordo com o Banco Central.

fonte: noticiasR7.com


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 65011
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão