Confiança de serviços sobe 1 ponto em julho

Cotações e Índices

Moedas - 18/11/2019 08:35:30
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,126
  • 3,126
  • Paralelo
  • 4,150
  • 4,390
  • Turismo
  • 3,620
  • 3,840
  • Euro
  • 3,514
  • 3,518
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,767
  • 3,770
  • Libra
  • 4,786
  • 4,792
  • Ouro
  • 197,660
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 18/Novembro/2019
  • INSS | Previdência Social
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

O Índice de Confiança de Serviços (ICS) subiu 1,0 ponto na passagem de junho para julho, para 82,9 pontos, na série com ajuste sazonal, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O resultado recupera parte da queda registrada no mês anterior, de 2,8 pontos.

"Os resultados da Sondagem de Serviços sugerem a retomada da tendência de melhora gradual nas avaliações sobre a situação corrente dos negócios e acomodação das expectativas, que haviam piorado muito no mês passado", avaliou Silvio Sales, consultor do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV), em nota oficial.

Houve aumento na confiança em julho em nove das 13 atividades pesquisadas. O Índice da Situação Atual (ISA-S) do setor subiu 1,1 ponto, enquanto o Índice de Expectativas (IE-S) avançou 0,9 ponto.

A principal influência para a alta do ISA-S em julho foi do indicador de Demanda Atual, que cresceu 2,0 pontos, para 78,8 pontos, o nível mais elevado desde fevereiro de 2015.

No IE-S, o destaque foi a melhora das expectativas para a Demanda nos três meses seguintes, que avançou 1,1 ponto, para 85,8 pontos, depois de ter recuado 5,3 pontos no mês anterior.

"A leitura mais favorável sobre a situação corrente parece se refletir no indicador que capta as perspectivas para o emprego no setor. O indicador de tendência de pessoal ocupado cresce pelo terceiro mês consecutivo, se aproxima dos 100 pontos e sinaliza uma transição entre fases de desmobilização e expansão do efetivo de mão de obra no setor", completou Silvio Sales.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) do setor de serviços aumentou 0,6 ponto porcentual em julho ante junho, para 82,1%.

A coleta de dados para a edição de julho da sondagem foi realizada entre os dias 3 e 26 deste mês.


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 60959
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão