Fraude do FGTS atinge 5 milhões de pessoas

Cotações e Índices

Moedas - 23/01/2019 14:00:22
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,804
  • 3,805
  • Paralelo
  • 3,770
  • 3,970
  • Turismo
  • 3,650
  • 3,960
  • Euro
  • 4,330
  • 4,331
  • Iene
  • 0,035
  • 0,035
  • Franco
  • 3,819
  • 3,819
  • Libra
  • 4,969
  • 4,972
  • Ouro
  • 155,000
  •  
Mensal - 06/12/2018
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • 0,21
  • 0,40
  • Ipc/Fipe
  • 0,39
  • 0,48
  • Ipc/Fgv
  • 0,34
  • 0,48
  • Igp-m/Fgv
  • 1,52
  • 0,89
  • Igp-di/Fgv
  • -
  • 0,26
  • Selic
  • 0,47
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,55
  • 0,55
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 25/Janeiro/2019 – 6ª Feira.
  • COFINS.
  • PIS/Pasep.
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Um golpe que circula desde maio no WhatsApp prometendo a possibilidade de consultar o saldo e resgatar do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) já atingiu cinco milhões de beneficiários, segundo estimativa da consultoria de segurança mobile Psafe. De acordo com a empresa, todos esses trabalhadores clicaram no link falso que receberam, mas nem todos tiveram os dados pessoais vazados ou os recursos retirados. A estratégia dos cibercriminosos é disseminar, via mensagens fraudulentas, um link que supostamente possibilitaria ao usuário conferir se está apto a receber R$ 1.760 do Fundo de Garantia.

Em julho, a Polícia Federal desarticulou uma quadrilha que desviou pelo menos R$ 4 milhões de contas do FGTS, após roubar dados dos beneficiários, que preencheram cadastros em links falsos encaminhados pela internet.

"O trabalhador que fez essa inscrição nesses sites deve procurar a Caixa imediatamente, mesmo se não foi roubado, para alterar a senha do Cartão Cidadão e evitar, assim, que os criminosos continuem com acesso à sua conta", orienta Mário Avelino, presidente do Fundo Devido ao Trabalhador.

Com relação a eventuais divergências em saldos na conta do FGTS, a Caixa recomenda que o trabalhador se dirija a qualquer agência do banco para efetuar a contestação do saque e do saldo remanescente. Após abertura do procedimento, o banco avalia cada caso individualmente, conforme o grau de complexidade. O prazo máximo de resposta é de até 30 dias, podendo ser concluído antes.

Caso a Caixa reconheça a pertinência da contestação, os valores são estornados, sem qualquer prejuízo ao trabalhador. Para evitar cair no golpe, o banco orienta os trabalhadores a procurarem informações apenas nos quatro canais oficiais da instituição: no site oficial, em seus perfis nas redes sociais, por meio do telefone 0800-726-0207 ou pelo aplicativo.

Fonte: epocanegocios


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 51799
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão