Pequenos negócios apostam em melhoria da economia em 2018

Cotações e Índices

Moedas - 14/11/2019 17:22:43
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,186
  • 4,187
  • Paralelo
  • 4,130
  • 4,360
  • Turismo
  • 4,120
  • 4,370
  • Euro
  • 4,598
  • 4,599
  • Iene
  • 0,039
  • 0,039
  • Franco
  • 4,233
  • 4,232
  • Libra
  • 5,366
  • 5,368
  • Ouro
  • 196,700
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 18/Novembro/2019
  • INSS | Previdência Social
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Sondagem Conjuntural do Sebrae mostra também que 82% dos empresários não devem demitir em 2018

2018 será ano de Copa do Mundo, de eleição presidencial e de recuperação da economia. A aposta otimista é dos empresários de micro e pequenas empresas ouvidos pela Sondagem Conjuntural do Sebrae. Quase 43% dos empreendedores acreditam em melhora da economia do país nos próximos 12 meses. É o maior percentual de otimismo já registrado pela pesquisa. Em junho desse ano, 31% dos entrevistados pela sondagem acreditavam na recuperação econômica e, em setembro, verificou-se que este índice chegou a 35,7%.

 “Estamos prestes a aprovar reformas importantes, como a da Previdência. Também acabamos de conseguir no Congresso a vitória na aprovação do Refis na Câmara, que vai dar fôlego para os empresários com dívidas tributárias. São notícias que acalmam o mercado e injetam ânimo nos empreendedores de micro e pequeno portes, os verdadeiros heróis da economia nacional”, analisa o ! presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos.

 A Sondagem Conjuntural do Sebrae também verificou aumento na expectativa positiva em relação ao próprio faturamento dos empresários. Em junho, o percentual de entrevistados que apostavam na melhoria do desempenho do negócio era de 33,5%. Em setembro, passou para 39,3% e, em dezembro, subiu para quase 45%.

Os empresários das regiões Norte (51%) e Sul (49%) são os mais otimistas quanto ao faturamento de suas empresas. Os mais pessimistas são os empreendedores da região Nordeste, onde 23% acreditam que a situação da empresa vai piorar em 2018. O setor com perspectivas mais positivas em relação ao faturamento do negócio é o da Construção Civil, com 49% dos entrevistados prevendo ganhos maiores para as próprias empresas.

A pesquisa do Sebrae revelou, ainda, um ligeiro aumento na pretensão de contratação de funcionários para os próximos 12 meses. Em dezembro, 22% dos e! ntrevistados afirmaram que querem ampliar vagas em 2018. A son! dagem realizada em setembro mostrou que 21% pretendiam contratar nos meses seguintes e, em junho, o índice ficou em 12,7%. Apenas 9,7% dos empreendedores afirmaram que devem demitir funcionários ano que vem. Foi o menor percentual de intenção de fechamento de vagas verificado nas três sondagens realizadas até o momento.

fonte: http://www.agenciasebrae.com.br


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 60922
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão