Cresce número de brasileiros que só usam celular para se conectar à internet

Cotações e Índices

Moedas - 21/05/2019 17:17:06
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,047
  • 4,048
  • Paralelo
  • 4,020
  • 4,240
  • Turismo
  • 3,880
  • 4,210
  • Euro
  • 4,512
  • 4,514
  • Iene
  • 0,037
  • 0,037
  • Franco
  • 4,003
  • 4,002
  • Libra
  • 5,134
  • 5,136
  • Ouro
  • 166,540
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 22/Maio/2019
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

O celular é cada vez mais o principal dispositivo usado pelos brasileiros para acessar a internet, e quase metade do país têm o smartphone como única forma de se conectar à rede. É o que indica o estudo TIC Domicílios 2017, divulgado pelo Cetic.br, ligado ao Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), que analisou hábitos dos brasileiros na internet.

Atualmente, 67% dos brasileiros possuem algum tipo de conexão com a internet, o que representa 120,7 milhões de pessoas. São 42,1 milhões de lares com banda larga - ou 61% das residências - sendo que esse número é maior em áreas urbanas, onde 65,5% das casas possuem planos de banda larga.

A banda larga fixa é a principal forma de acesso à internet em casa para 64% dos brasileiros, sendo que as conexões móveis são usadas por 25% dos usuários. Em relação a dispositivos, o celular é usado por 96% das pessoas, e a televisão vem ganhando espaço, sendo usada atualmente por 22% dos brasileiros - em 2014, era 7%.

A internet é usada principalmente para fins sociais, mas também para entretenimento. A troca de mensagens faz parte da vida de 90% dos brasileiros com conexão à internet, e 77% usam redes sociais. O consumo de mídia como vídeo ou música atinge 71% dos brasileiros (85 milhões de pessoas). Outros usos citados no estudo são para serviços governamentais entre os maiores de 16 anos: direitos do trabalhador e previdência (28%) e educação pública (28%).

Diferenças socioeconômicas

O smartphone é cada vez mais a única forma que brasileiros se conectam à internet: 49% dos entrevistados só usam o celular, superando pela primeira vez os que combinam celular e computador (47%). Há um fator socioeconômico fundamental para o uso exclusivo de celulares, que é mais comum entre as classes D/E (80%) e em áreas rurais (72%). A internet móvel é a principal forma de acesso à internet para 48% dos brasileiros das classes D/E.

"No Brasil, 33 milhões de usuários com renda mensal de até dois salários mínimos utilizam a Internet exclusivamente pelo celular, enquanto o uso simultâneo incluindo o computador foi realizado por 88% dos usuários da classe A. O fator socioeconômico é preponderante. Aqueles que têm a possibilidade de escolher combinam o uso de mais de um dispositivo para acessar a rede, algo crucial para o desenvolvimento de habilidades digitais, especialmente no cenário de nova economia digital", explica Alexandre Barbosa, gerente do Cetic.br.

O estudo TIC Domicílios 2017 foi feito entre novembro de 2017 e maio de 2018 e entrevistou mais de 23 mil domicílios em todo o país. O estudo completo pode ser conferido pelo site do Cetic.br.

Fonte: Olhar Digital | 25/07/2018


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 55483
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão