Usuários ficam sem acesso a milhões em criptomoedas após morte de dono de corretora

Cotações e Índices

Moedas - 15/03/2019 15:59:14
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,818
  • 3,818
  • Paralelo
  • 3,810
  • 4,010
  • Turismo
  • 3,800
  • 4,030
  • Euro
  • 4,320
  • 4,323
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,809
  • 3,808
  • Libra
  • 5,068
  • 5,071
  • Ouro
  • 160,630
  •  
Mensal - 14/02/2019
  • Índices
  • Dez
  • Jan
  • Inpc/Ibge
  • 0,14
  • 0,36
  • Ipc/Fipe
  • 0,09
  • 0,58
  • Ipc/Fgv
  • 0,21
  • 0,57
  • Igp-m/Fgv
  • -0,49
  • 0,01
  • Igp-di/Fgv
  • -0,45
  • 0,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,54
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,56
  • -
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 18/Março/2019
  • EFD Contribuições
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Milhares de usuários ficaram sem acesso a cerca de US$ 137,21 milhões em criptomoedas de suas contas da plataforma digital canadense Quadriga, depois que o fundador, a única pessoa com a senha de acesso, morreu repentinamente em dezembro. O problema afetou 115 mil clientes.

Gerald Cotten morreu aos 30 anos, devido a complicações com a doença de Crohn, enquanto fazia voluntariado em um orfanato na Índia, de acordo com a página do Facebook da Quadriga CX, que anunciou sua morte em 14 de janeiro.

A plataforma, que permite a negociação de Bitcoin, Litecoin e Ethereum, entrou com pedido de proteção ao credor no Supremo Tribunal da Nova Escócia na semana passada.

Segundo a viúva de Cotten, Jennifer Robertson, o principal computador de Cotten continha uma "carteira fria" de criptomoedas, que só é acessível fisicamente e não online".

Quadriga, a maior corretora de criptomoedas do país, tem 363 mil usuários registrados e calcula gerenciar cerca de 250 milhões de dólares canadenses.

Robertson disse que ela não estava envolvida nos negócios de Cotten enquanto ele estava vivo e não sabia a senha ou chave de recuperação. “Apesar das repetidas e diligentes buscas, não consegui encontrar as informações em nenhum lugar”, disse.

Ela relatou que consultou um especialista que teve "sucesso limitado em recuperar algumas moedas e algumas informações" dos outros computadores e telefones celulares de Cotten, mas a maioria permanece intocada em seu computador principal.

Os problemas da Quadriga ilustram os desafios singulares das criptomoedas, disse Dean Skurka, vice-presidente da plataforma rival Bitbuy.ca, em entrevista à "Canadian Broadcasting Corp".

"Isso realmente mostra a necessidade de o governo agir e regular as trocas de criptomoedas", disse Skurka.

Em seu depoimento, Robertson disse que foi vítima de ameaças pela internet e de "comentários caluniosos", incluindo perguntas sobre a natureza da morte de Cotten e se ele estaria realmente morto.

Fonte: G1 Globo | 05/02/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 53200
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão