Microsoft faz novo apelo para as pessoas abandonarem o Internet Explorer

Cotações e Índices

Moedas - 03/04/2020 16:13:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,294
  • 5,296
  • Paralelo
  • 4,470
  • 5,320
  • Turismo
  • 5,270
  • 5,580
  • Euro
  • 5,713
  • 5,716
  • Iene
  • 0,049
  • 0,049
  • Franco
  • 5,413
  • 5,417
  • Libra
  • 6,485
  • 6,491
  • Ouro
  • 272,060
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 09/Abril/2020 – 5ª Feira.
  • ICMS | Substituição tributária.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A Microsoft abandonou de vez o Internet Explorer, mas muita gente ainda se fia ao antecessor do Microsoft Edge para navegar na web. A prática não é recomendável e mais uma prova disso veio de dentro da própria companhia: o especialista em segurança da MS Chris Jackson publicou um texto chamado “Os riscos de usar o Internet Explorer” em que dá mais detalhes sobre o assunto.

Na publicação, Jackson explica que, apesar de muitos usuários domésticos já terem feito a migração para navegadores mais modernos, muitas empresas ainda persistem no uso do IE e de seus modos de compatibilidade por uma questão simples de praticidade.

Vale lembrar que o navegador já vem instalado e está disponível para todas as versões do Windows ainda em uso, enquanto o Edge não roda no Windows 7 nem no Windows 8. Por outro lado, a Microsoft não oferece suporte aos padrões mais recentes da web no Internet Explorer e a esmagadora maioria dos desenvolvedores não criam páginas pensando no navegador antigo.

Segundo Jackson, o IE é apenas uma “solução de compatibilidade”, não uma ferramenta de navegação na web que deveria ser adotada por qualquer pessoa, e continuar usando o programa o IE levará os profissionais de TI a um dilema entre a facilidade e a perda de recursos com um navegador cada vez menos compatível com tudo o que a web atualmente tem a oferecer. 

Com isso, relata Jackson, o administrador de TI "chegaria a um cenário no qual, ao otimizar as coisas que tem, acabaria não sendo capaz de usar novos apps conforme eles são lançados”. “Como novos apps estão saindo com maior frequência, o que queremos é ajudá-lo a evitar a parda de uma porção cada vez maior da web", finalizou o especialista.

Fonte: Tecmundo | 08/02/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 64941
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão