Google anuncia Stadia, a sua plataforma de streaming de jogos

Cotações e Índices

Moedas - 30/03/2020 14:00:59
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,062
  • 5,063
  • Paralelo
  • 4,370
  • 5,100
  • Turismo
  • 4,860
  • 5,270
  • Euro
  • 5,619
  • 5,623
  • Iene
  • 0,047
  • 0,047
  • Franco
  • 5,306
  • 5,310
  • Libra
  • 6,300
  • 6,306
  • Ouro
  • 268,540
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A Google anunciou hoje (19) a Stadia, sua própria e aguardada plataforma de games. Trata-se de um serviço de streaming que promete levar jogos de ponta, que exigiriam hardware avançado para rodar de forma convencional, para basicamente qualquer dispositivo e de forma instantânea, com os games iniciando em apenas cinco segundos direto do navegador.

“Descobrimos que podemos levar qualquer jogo grande para qualquer dispositivo por meio do Google Chrome”, afirmou o presidente da Google Sundar Pichai no palco da GDC 2019 em San Francisco, Estados Unidos.

Em suma, a grande sacada é dispensar o uso de algum console para realizar transmissões simultâneas para qualquer dispositivo. Inicialmente, o Stadia funcionará a partir de desktops, laptops, televisores inteligentes, smartphones e tablets e deve abrir inúmeras possibilidades para jogatina remota, permitindo que a diversão comece em um dispositivo e continue em outro exatamente do ponto em que você parou.

Se a ideia do Nintendo Switch já era sensacional ao permitir que o jogador carregasse o console para qualquer lugar, a Google parece levar a situação a outro nível ao permitir que o jogo comece no notebook, passe para a TV da sala e, depois, prossiga no smartphone — e tudo sem precisar instalar nada, dependendo apenas da conexão com a internet.

Stadia Controller
Para comandar a festa, a Google anunciou também o Stadia Controller. O equipamento parece anatômico e tem um visual bastante sóbrio, com botões estilo Xbox, dois analógicos ordenados como nos controles do PlayStation e botões de acesso rápido ao compartilhamento e à Google Assistente.

Sem consoles
O Stadia é o produto que até o momento vinha sendo chamado de Project Stream, anunciado no ano passado pela Google. A nova plataforma permitirá aos gamers jogarem títulos de ponta em diversos aparelhos distintos conectados à internet por meio do Google Chrome, ou seja, não é necessário um hardware específico para isso.

“Um lugar para todas as maneiras de jogar”, declarou Phil Harrison, um dos vice-presidentes da Google que já foi executivo tanto do PlayStation quanto do Xbox. A escolha da expressão "um lugar" não é à toa e está em consonância com o sugestivo slogan do Stadia: o futuro dos jogos não é uma caixa, é um lugar.

“O Stadia oferece acesso instantâneo aos jogos, sem a necessidade de downloads ou instalação”, declarou Harrison, deixando tudo explicado de maneira simples e direta.

Integração
Na sua apresentação, Harrison falou de uma plataforma conectada e integrada e não estava exagerando: um dos destaques do Stadia é a possibilidade de oferecer a jogatina multiplataforma para os seus jogadores, ampliando as possibilidades dos desafios multiplayer.

Feito para a geração do streaming de jogos, o Stadia tem outras características interessantes nesse sentido. Quem está jogando pode selecionar um ponto exato da jogatina para compartilhar com outras pessoas — o State Share —, facilitando que espectadores se juntem aos jogos de streamers e youtubers e também a boa e velha rodada entre amigos.

Conexão e potência
Durante a demonstração do Project Stream, o Assassin's Creed Odyssey rodou e consumindo 300 GB de dados em 50 horas, o que levantou algumas dúvidas sobre qual a conexão mínima ideal para rodar os jogos remotamente.

Hoje, a empresa confirmou que o Stadia transmitirá perfeitamente jogos em 4K a 60 quadros por segundo em HDR e som surround em uma conexão de 25 Mbps. Ela espera que a plataforma funcione em uma rede 5G em breve, mas, a princípio, ela rodará somente por meio de conexões WiFi e cabeadas.

Para garantir a qualidade de processamento de imagem a seus jogadores, a Google fez uma parceria com a AMD para a criação de uma GPU exclusiva para os seus datacenters. Ela oferecerá potência de 10,7 teraflops e, portanto, será mais poderosa do que as placas de vídeo do Xbox One X (6 tflops) e do PlayStation 4 Pro (4,2 tflops).

Para complementar a parte de desempenho, cada sessão do Stadia será abastecida também por um processador x86 de 2,7 GHz e 16 GB de memória RAM, informa a Google. Toda essa combinação oferecerá, no futuro, transmissões de jogo em 8K a 120 fps.

Exclusivos a caminho
A Google anunciou hoje a formação da Stadia Games and Entertainment, a divisão que cuidará da iniciativa dos games e de jogos próprios. O grupo será comandando por Jade Raymond, ex-EA e Ubisoft recentemente confirmada como uma das novas vice-presidentes da companhia, e é possível que ele seja responsável pelo desenvolvimento de games exclusivos para o serviço de jogos da Gigante da Web.

Enquanto os exclusivos não chegam, um dos primeiros games a oferecer suporte para o Stadia será Doom Eternal, título da id Software que rodará a 4K e 60 fps para os usuários do novo serviço de jogos da Google.

Quando e onde?
No palco da GDC 2019, a Google confirmou que o Stadia chega ao mercado ainda neste ano para Europa, Estados Unidos e Canadá — o Brasil, como era de se esperar, ficou de fora e ainda não há qualquer previsão de quando (nem se) a plataforma de streaming de games da Google chegará a outras regiões.

A Google ainda não informou qual será a forma de acesso ao Stadia, se vendas individuais ou assinatura estilo Netflix e Spotify.

Fonte: Tecmundo | 19/03/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 64718
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão