Contas do Instagram são sequestradas por notificações falsas, alerta empresa

Cotações e Índices

Moedas - 03/04/2020 16:13:48
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,294
  • 5,296
  • Paralelo
  • 4,470
  • 5,320
  • Turismo
  • 5,270
  • 5,580
  • Euro
  • 5,713
  • 5,716
  • Iene
  • 0,049
  • 0,049
  • Franco
  • 5,413
  • 5,417
  • Libra
  • 6,485
  • 6,491
  • Ouro
  • 272,060
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 09/Abril/2020 – 5ª Feira.
  • ICMS | Substituição tributária.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Perfis com milhares de seguidores estão sendo alvos de ciberataques
O número de influenciadores digitais está cada vez maior, e é preciso ficar esperto, porque se você possui alguns milhares de seguidores nas redes sociais poderá virar alvo de cibercriminosos. Um novo esquema de phishing, maneira usada para enganar o usuário e o fazer revelar informações pessoais via enviando e-mails falsos ou websites, está sendo aplicada nas contas mais populares de serviços como Instagram.

A Kaspersky Lab, empresa russa de softwares de segurança para a Internet, alertou e explicou como esses golpes podem funcionar através de notificações falsas.

As contas populares no Instagram são os principais alvos dessa ação, que vem ganhando força e começa com o envio de uma notificação de violação de direitos autorais para invadir o seu perfil. O usuário recebe primeiramente uma mensagem por email, com os endereços suspeitos dizendo “sua conta será excluída permanentemente por violação de direitos autorais”. Como o design é parecido com o da rede social, muitas pessoas acabam acreditando ser algo legítimo.

O passo seguinte é oferecer à vítima a opção de “relatar um problema”, alegando que ele só terá 24 horas para recorrer. Ao clicar, o usuário acaba em uma página de phising que disponibiliza um link para “recorrer”. O perigo está presente na hora que é selecionada a opção de “recorrer”, uma vez que a pessoa é convidada a inserir as credenciais do Instagram e vai sendo levada a abrir a seção de comentários, a conta de e-mail e, por fim, a senha.

Na sequência, os cibercriminosos redirecionam o usuário para o site real do Instagram e assumem o perfil mudando dados e informações. Caso a pessoa desejar sua conta de volta, é exigido um resgate, e se ele não for pago o perfil começa a ser usado para espalhar spam.

O analista sênior de segurança da Kaspersky Lab, Fabio Assolini, ainda reforço que existe algumas coisas que podem evitar esses ataques. Ele recomenda que só use o aplicativo em sua versão oficial, não clique em links suspeitos, nunca insira as credenciais de login da conta para autenticação em serviços e aplicativos de terceiros.

“Não é a primeira vez que os influenciadores do Instagram são alvo de golpistas. A primeira onda de phishing estava tentando convencer os usuários a solicitar um selo de conta ‘Verificada’”, disse Assolini.

Fonte: Olhar Digital | 21/03/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 64934
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão