Hackers usam malware criado pela agência nacional de segurança dos EUA para sequestrar PCs

Cotações e Índices

Moedas - 13/11/2019 08:13:34
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,166
  • 4,167
  • Paralelo
  • 4,130
  • 4,360
  • Turismo
  • 4,120
  • 4,370
  • Euro
  • 4,586
  • 4,587
  • Iene
  • 0,038
  • 0,038
  • Franco
  • 4,197
  • 4,196
  • Libra
  • 5,355
  • 5,356
  • Ouro
  • 194,820
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 13/Novembro/2019
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

As vezes suas armas podem se virar contra você mesmo. Isso está acontecendo na cidade de Baltimore e em outras localidades dos EUA, onde um exploit, supostamente criado pela Agência Nacional de Segurança do país (a NSA), vem sendo usado para atacar diversas localidades norte-americanas.

Ironicamente, a ferramenta vem sendo usada para infectar milhares de PCs em Baltimore - cidade-sede da NSA - além de outros municípios, como San Antonio (Texas) e Allentown (Pensilvânia).

Os especialistas disseram que os hackers usaram uma ferramenta chamada EternalBlue, que explora vulnerabilidades em alguns equipamentos com sistema Windows Vista ou Windows XP instalados. Um dia depois, a Microsoft lançou uma atualização que acaba com a brecha de segurança, mas, para que ela funcione, é necessário que o usuário a instale em sua máquina.

As ferramentas de ataque usam um ramsomware, que retém o dispositivo e pede 3 Bitcoins para o desbloqueá-lo ou 13 Bitcoins (algo em torno de R$ 460 mil) para desativar o vírus . As vítimas em Baltimore - que trabalham em órgãos públicos da cidade - denunciaram o caso ao FBI, mas, até agora, eles não conseguiram desativar a criptografia ou localizar os responsáveis.

As autoridades também decidiram desconectar alguns serviços da cidade, paralisando contas de-mail, cobrança online do sistema de água, o banco de dados dos estacionamentos públicos, entre outros. O prefeito de Baltimore, Bernard Young, recomenda que as vítimas não cedam a chantagem, alegando que pagar a taxa daria poder aos hackers, além de não garantir que os equipamentos seriam liberados.

Em abril de 2017, o grupo de hackers Shadow Brokers liberou uma série de exploits da NSA, entre eles o EternalBlue. Esta ferramenta vem sendo usada por hackers da Coreia do Norte, China e Rússia.

Fonte: OlharDigital | 27/05/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 60871
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão