4 itens que o coworking ideal precisa ter

Cotações e Índices

Moedas - 14/11/2019 17:22:43
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,186
  • 4,187
  • Paralelo
  • 4,130
  • 4,360
  • Turismo
  • 4,120
  • 4,370
  • Euro
  • 4,598
  • 4,599
  • Iene
  • 0,039
  • 0,039
  • Franco
  • 4,233
  • 4,232
  • Libra
  • 5,366
  • 5,368
  • Ouro
  • 196,700
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 18/Novembro/2019
  • INSS | Previdência Social
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Dividir o espaço de trabalho com outras pessoas não é uma prática nova no Brasil, mas a modalidade vem crescendo bastante nos últimos anos. Ainda muito associados aos trabalhadores autônomos, os escritórios compartilhados começaram a ser adotados também por empresas menores, que veem no modelo uma possibilidade de cortar custos altos demais para uma companhia ainda em crescimento.

Seja você um freelancer ou alguém que divide o ambiente de trabalho com outras empresas, existem alguns pontos essenciais que precisam ser analisados antes de escolher o coworking ideal para seu negócio.

1. Segurança e localização
Uma das maiores vantagens defendidas por quem prefere o trabalho autônomo é a possibilidade de realizar as tarefas de qualquer lugar. Essa ideia também pode ser aplicada ao coworking, especialmente após o surgimento de tantos locais novos no País (já são mais de 300 escritórios do tipo apenas em São Paulo).

Quem precisa visitar clientes como parte da rotina deve procurar locais que permitam o deslocamento rápido até eles, enquanto o funcionário remoto tem a opção de escolher um lugar próximo de casa. Independentemente do motivo, vale a pena ficar atento à segurança da região; uma dica é caminhar pelo bairro antes de tomar a decisão, especialmente se ele estiver em uma área da cidade que você ainda não conhece muito bem.

Tão importante quanto isso é a segurança dentro do coworking. Quase todos que trabalham por ali levam notebooks e celulares de casa, o que exige um sistema de monitoramento com câmeras para evitar problemas maiores no futuro. Mas a segurança não para por aí e deve levar em consideração também itens como luzes de emergência e detectores de incêndio.

2. Comunicação e conectividade
Você já passou pela situação de ver a internet caindo bem na hora em que precisava enviar um e-mail urgente? Garantir uma boa conexão WiFi para muitos dispositivos é algo essencial no coworking, e existem muitas formas de se conseguir isso.

Uma dica é checar se o lugar faz uso de um dispositivo de Access Point. Esses aparelhos distribuem a rede entre os computadores e celulares para garantir que todos tenham acesso a uma velocidade parecida. Nessas horas, não hesite em puxar o smartphone e testar a internet em todos os pontos possíveis. Não esqueça de levar em consideração sua rotina de trabalho e exija uma conexão compatível com a que você precisa durante o dia a dia.

3. Energia para todos
Outro ponto que não pode ser motivo de preocupação é o acesso fácil à rede elétrica. Afinal, ninguém quer perder um arquivo importante só porque a bateria do computador acabou antes da hora. É por isso que vale a pena ficar atento a detalhes como a quantidade de tomadas presentes no coworking e acesso a equipamentos que podem proteger seus eletrônicos, como um nobreak. Ele lhe dá tempo para terminar ou salvar o trabalho, mesmo no caso de um blecaute.

Além de aumentar a quantidade de dispositivos que podem ficar conectados, os protetores eletrônicos dão mais segurança contra sobrecargas na rede ou surtos de tensão. Para os celulares, uma ótima escolha são os carregadores USB, que ocupam pouco espaço e garantem que os smartphones estejam sempre com a bateria cheia. Além da tecnologia de carregamento rápido, eles podem ter mais de uma entrada, permitindo que vários aparelhos sejam ligados ao mesmo tempo.

4. Salas de reunião
Seja com um cliente, seja com colegas de trabalho, a necessidade de fazer reuniões estratégicas é parte da rotina de muita gente, e isso não seria diferente em um ambiente de coworking. Mas salas de reunião compartilhadas exigem alguns diferenciais para que funcionem corretamente.

Uma adição que dará mais segurança ao ambiente e certamente agradará a todos é uma fechadura digital. Existem diversos modelos na linha da Intelbras, permitindo a escolha da opção mais adequada, com utilização de senhas numéricas ou tags de acesso. É possível ainda criar senhas diferentes para contemplar os grupos que utilizam o ambiente.

Também nessa área, equipamentos para audioconferência facilitam a vida de equipes que trabalham em cidades diferentes ou de grupos que precisam se reunir com clientes a distância. Eles são ideais por permitirem que todos consigam falar e escutar o que os outros têm a dizer, reduzindo o tempo gasto com trocas de mensagens online. Se seu trabalho exige o uso de ferramentas como Skype e Google Hangouts, fique atento à estabilidade da conexão com a internet nas salas de reunião.

O que é mais importante para você?
Todos esses pontos devem ser considerados na hora de escolher o coworking ideal, mas eles não são os únicos. Existem sempre critérios subjetivos relacionados ao ambiente e à localização que variam bastante dependendo de quem procura.

De qualquer maneira, seguir o guia acima não deixa de ser interessante para quem busca adotar o novo modelo de escritório compartilhado, seja para uma pequena empresa ou para trabalhadores autônomos.

Fonte: Tecmundo | 13/06/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 60937
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão