Empreendedor: 3 passos simples para precificar um produto

Cotações e Índices

Moedas - 30/03/2020 16:34:15
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 5,165
  • 5,165
  • Paralelo
  • 4,370
  • 5,100
  • Turismo
  • 4,860
  • 5,270
  • Euro
  • 5,619
  • 5,623
  • Iene
  • 0,047
  • 0,047
  • Franco
  • 5,306
  • 5,310
  • Libra
  • 6,300
  • 6,306
  • Ouro
  • 268,540
  •  
Mensal - 04/03/2020
  • Índices
  • Jan/20
  • Dez/19
  • Inpc/Ibge
  • 0,19
  • 1,22
  • Ipc/Fipe
  • 0,29
  • 0,94
  • Ipc/Fgv
  • 0,59
  • 0,77
  • Igp-m/Fgv
  • 0,48
  • 2,09
  • Igp-di/Fgv
  • 0,09
  • 1,74
  • Selic
  • 0,38
  • 0,37
  • Poupança
  • 0,05
  • 0,05
  • TJLP
  • 5,09
  • 5,57
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 31/Março/2020 – 3ª Feira.
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ/CSL - Lucro real anual - Saldo de 2019.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Operações com criptoativos.
  • Programa bienal de segurança e medicina do trabalho.
  • Declaração de Benefícios Fiscais (DBF).
  • Declaração de Transferência de Titularidade de Ações (DTTA).
  • Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais (Defis).
  • Informações prestadas pelas entidades de previdência complementar, sociedades seguradoras e administradoras de Fapi
  • Declaração de Rendimentos Pagos a Consultores por Organismos Internacionais (Derc).
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Uma das maiores dificuldades de Empreendedores é na hora de por preços nos próprios produtos. Se o preço for alto ninguém vai comprar, mas se for lá para baixo, terá um prejuízo muito grande e é capaz que seja obrigado a fechar as portas.

Para evitar esses problemas, conheça três passos para precificar de forma simples e correta.

1º Faça uma lista com seus concorrentes

É preciso escrever o nome de pelo menos três concorrentes e o preço do produto deles que compete diretamente. Nessa lista, é importante entender quais produtos são melhores ou piores. Caso não tenha essa resposta, é importante pesquisar. 

2º Organize uma tabela e dê uma nota para eles

Nesse passo, é preciso montar uma tabela com o nome da loja, o preço do produto relativo a uma mesma quantidade comum (se é unidade deve ser o mesmo preço por unidade, se for peso, deve ser o mesmo preço/peso escolhido) e uma nota de 0 a 10 com base na qualidade. 

Para distribuir a nota, é importante ser crítico e bom senso: leve em consideração a qualidade do produto, se é inovador, etc.

Confira como deve ficar:

Nome loja Preço do produto Nota
Padaria A R$ 45,00 9
Padaria B R$ 40,00 8
Padaria C R$ 30,00 6
Padaria D R$ 20,00 5

 

 

 

 

 

3º Calcule quanto custa o seu produto

Para fazer isso, liste todos os ingredientes de uma receita, calcule o preço total e divida pela quantidade de unidades que rende. Se for por peso, por exemplo, é importante pegar o custo total, dividir pelo peso total da receita.

Mas atenção: se você faz um pão para vender, deve calcular o preço de cada ingrediente proporcional a quanto vai na receita. Ou seja, se a caixa de meia dúzia de ovos custa seis reais, cada ovo que vai na receita é um real. Lembre-se: todos os ingredientes importam!

Nessa conta, também é importante levar em consideração o trabalho para fazê-lo. Para ajudar, calcule o custo de cada pessoa envolvida proporcional ao tempo que cada uma gasta para preparar o pão. 

Uma vez calculado o custo, é hora de compará-lo com a média de preço entre os concorrentes com as melhores e piores notas.

Seguindo o exemplo:

Nome loja Preço do produto Nota
Padaria A R$ 4,00 9
Padaria B R$ 3,50 8
Padaria C R$ 2,00 6
Padaria D R$ 1,50 5

 

 

 

 

 

Nessa escala, o pão pode ser uma nota sete: é gostoso, mas a sua aparência não é tão bonita quanto a dos concorrentes.

Já para calcular o custo de cada um, é preciso somar o valor dos ingredientes, que dá R$ 1,00, com o tempo de preparo, que é simples e rende várias unidades, o que resulta em uns R$ 1,50 por pão.

Dessa forma, um preço de R$ 3,00 por pão é uma boa opção: há lucro e o valor está condizente com a escala de qualidade e preço dos concorrentes.

Fonte: https://www.jornalcontabil.com.br/ - 02/09/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 64726
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão