Revisão de benefícios do INSS: Tudo o que você precisa saber!

Cotações e Índices

Moedas - 22/11/2019 08:21:40
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,203
  • 4,204
  • Paralelo
  • 4,150
  • 4,390
  • Turismo
  • 4,140
  • 4,400
  • Euro
  • 4,645
  • 4,649
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,767
  • 3,770
  • Libra
  • 4,786
  • 4,792
  • Ouro
  • 198,420
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 22/Novembro/2019
  • DCTF Mensal | Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A revisão de benefício do INSS é medida procurada por todo segurado que não está satisfeito com o benefício recebido e acredita ter direito ao recebimento a um valor maior, ou até mesmo o direito a outra espécie de benefício.

Contudo para saber se você tem direito a essa revisão é necessário entender quais são os motivos que permitem a revisão do benefício da aposentadoria.

Afinal quais são os motivos que permitem a revisão do benefício?

Motivo 1: Análise errada do INSS, que pode se dar:

    Sobre a espécie de aposentadoria;
    Sobre o cálculo do valor da aposentadoria;
    Sobre o tempo de contribuição do segurado.

Motivo 2: Alteração do tempo de contribuição ou idade enquanto espera a concessão do benefício:

Nesse caso deve ser levada em consideração a idade e quantidade de contribuições atingidas na data em ocorre a concessão do benefício.

Motivo 3: Regra nova mais benéfica ao segurado

Nesses casos o beneficiário deve ser contemplado com a regra mais benéfica a época em que seu benefício for implantado.

Motivo 4: Direito adquirido

Uma vez preenchidos os requisitos para concessão do benefício o segurado não pode ser prejudicado com aposentadoria que diminua os direitos da modalidade de aposentadoria anteriormente válida.

Sabendo que esses são os motivos que ensejam a revisão do benefício, a pergunta que fica é, como realizar esse pedido?

A primeira coisa a ser feita é analisar toda a documentação de concessão do seu benefício, qual seja, a carta de concessão, a memória de cálculo, e o processo administrativo no qual o benefício foi concedido.

Também é necessário analisar se os valores utilizados para o cálculo são os mesmos que constam na carteira de trabalho e nos holerites, assim pode ser realizada a comparação com o cálculo realizado pelo INSS.

Após essa análise, se for constatada alguma irregularidade o INSS deve ser procurado. Para que a revisão do benefício seja realizada podem ser utilizadas duas vias: a administrativa e a judicial.

 A primeira via recursal a ser utilizada para revisão do benefício é a administrativa, diretamente com o INSS. Se a resposta ao recurso for negativa ou o INSS demorar demais para dar uma resposta ao pedido, poderá ser requerida a revisão do benefício na via judicial.

ATENÇÃO: o prazo para requisição da revisão do benefício pela via judicial, segundo entendimento do STJ é de 10 anos.

 

Fonte: www.jornalcontabil.com.br/ - 25/09/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 61078
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão