INSS: Os 8 erros mais cometidos na hora de solicitar a aposentadoria

Cotações e Índices

Moedas - 18/11/2019 08:35:30
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 3,126
  • 3,126
  • Paralelo
  • 4,150
  • 4,390
  • Turismo
  • 3,620
  • 3,840
  • Euro
  • 3,514
  • 3,518
  • Iene
  • 0,034
  • 0,034
  • Franco
  • 3,767
  • 3,770
  • Libra
  • 4,786
  • 4,792
  • Ouro
  • 197,660
  •  
Mensal - 23/09/2019
  • Índices
  • Jul
  • Ago
  • Inpc/Ibge
  • 0,10
  • 0,12
  • Ipc/Fipe
  • 0,14
  • 0,33
  • Ipc/Fgv
  • 0,31
  • 0,17
  • Igp-m/Fgv
  • 0,40
  • -0,67
  • Igp-di/Fgv
  • -0,01
  • -0,51
  • Selic
  • 0,53
  • 0,49
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 20/Novembro/2019
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • INSS | Previdência Social.
  • EFD - Contribuintes do IPI | Pernambuco e Distrito Federal.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET.
  • Simples Nacional.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Vamos te ensinar como evitar 8 erros na hora de se aposentar. A maioria dos segurados, ao se aposentar, comete um deles.
A previdência social vem sofrendo alterações e isso afeta, diretamente, a aposentadoria. Isso tem trazido muitas dúvidas.

Devo me aposentar agora? Devo esperar? Devo pedir qualquer aposentadoria só para me garantir?  Essas são dúvidas que muitas pessoas têm.

Para a grande maioria dos brasileiros, aposentar não significa apenas colocar fim a uma longa vida de trabalho, mas também a única fonte de renda para sobreviver na velhice.

Na pressa de se aposentar, muitas pessoas querem sacar logo o benefício para não correr o risco de perder a aposentadoria. Só que isso pode custar caro pra você.

Para ajudar a evitar que você cometa esse erro, eu resolvi trazer os 8 erros mais cometidos por quem quer se aposentar logo.

Os 8 erros na hora de se aposentar

1 – Pedir a aposentadoria a qualquer momento.

2 – Pedir a aposentar muito cedo.

3 – Aceitar qualquer tipo de aposentadoria.

4 – Não fazer o planejamento previdenciário da aposentadoria.

5 – Não conferir o CNIS.

6 – Escolher a aposentadoria errada.

7 – Não solicitar a inclusão de atividade especial.

8 – Não analisar o processo de aposentadoria.

Se você já está aposentado e cometeu algum desses erros, não se desespere. Dá pra consertar. Se você ainda não está aposentado, fique ligado nas dicas que eu vou te dar. Essas dicas podem te ajudar a ter a aposentadoria correta.

 

Se você seguir essas dicas, você será capaz de:

    • Conseguir uma boa aposentadoria.
    • Conseguir a aposentadoria no momento ideal.
    • Receber um bom salário de aposentadoria.
    • Não deixar o INSS te pagar errado.

 

1 –  Pedir a aposentadoria a qualquer momento.
Se você faz aniversário em junho, não entre com a aposentadoria antes disso. Se puder esperar, entre depois do seu aniversário.  Quanto mais velho você for, melhor será a sua aposentadoria.

Agora, se você faz aniversário em novembro, espera até janeiro do ano seguinte. Isso porque o teto do benefício sofre correção da inflação no mês de janeiro.

Portanto, espere fazer aniversário para pedir a aposentadoria. Se você faz aniversário no final do ano, espere o mês de janeiro do ano seguinte para pedir a aposentadoria.

 

2 – Pedir a aposentadoria muito cedo.
Muita gente completa o tempo e já quer pedir a aposentadoria. Não faça isso! Lembre-se de quanto mais velho você for, melhor será a sua aposentadoria.

O fator previdenciário é o responsável por diminuir o valor da sua aposentadoria. Ele está diretamente ligado à sua idade. Assim, quanto mais novo você for, mais o fator previdenciário vai derrubar a sua aposentadoria.

Então, mesmo que você já tenha tempo para a aposentadoria, se você estiver trabalhando, o ideal é esperar um pouco. Tente completar uma idade onde o fator previdenciário não derrube tanto a sua aposentadoria.

A aposentadoria por pontos: regra 85/95 é uma ótima alternativa para quem tem o tempo e esperou completar certa idade. Sugiro a leitura do artigo em que falo sobre esta aposentadoria.

 

3 – Aceitar qualquer tipo de aposentadoria.
A melhor aposentadoria, no cenário atual, é a aposentadoria por pontos: regra 86/96. Nesta aposentadoria não há incidência do fator previdenciário.

A aposentadoria por pontos: regra 86/96 é um tipo de aposentadoria por tempo de contribuição. Isso mesmo! A novidade nesta aposentadoria é que não tem o temido fator previdenciário.

Pra quem não sabe, o fator previdenciário é um dos – não é o único – responsáveis por derrubar o valor da aposentadoria das pessoas.

Para entender melhor a criação da regra 86/96, é necessário conhecer os requisitos de outros tipos de aposentadoria.

A regra 85/95 foi uma criação do governo, que tem como objetivo somar o tempo de contribuição do segurado com a sua idade obtida. A soma desses dois fatores, possibilita ao segurado receber a aposentadoria de forma integral.

Quando se fala em aposentadoria integral, entendam: 100% da aposentadoria.

Se você não se encaixar nesta aposentadoria, é muito importante fazer o planejamento previdenciário da sua aposentadoria. Este é a próxima dica que eu vou te ensinar.

 

4 – Não fazer o planejamento previdenciário da aposentadoria.
A grande maioria dos brasileiros está contribuindo de forma errada e aposentando de forma errada. Ao longo da sua vida de contribuição é importante realizar o planejamento da sua aposentadoria.

O planejamento serve para você saber se está contribuindo da forma correta e qual a aposentadoria ideal para o seu caso.

Para realizar o planejamento da sua aposentadoria, ninguém melhor do que um advogado especialista. É muito importante que o advogado que você irá procurar tenha experiência em cálculo previdenciário.

Através do planejamento previdenciário, o seu advogado deverá te dizer como você deve contribuir para conquistar a melhor aposentadoria. Ele deve te orientar, também, de acordo com as suas contribuições, acerca de qual é a melhor aposentadoria para você.

Se o seu advogado não souber isso, ele não será capaz de fazer o planejamento previdenciário para a sua aposentadoria.

É comum ver o contribuinte ir ao INSS pedir orientações para a aposentadoria. Não faça isso! Lembre-se que o INSS quer te pagar o benefício que for mais econômico para ele. Se você tem pressa para se aposentar, o INSS vai, com certeza, de pagar a aposentadoria que você pedir. Ainda que a aposentadoria não seja a ideal pra você.

 

5 – Não conferir o CNIS.
Toda aposentadoria do INSS é concedida e calculada com base no banco de dados da previdência, chamado CNIS – Cadastro Nacional de Informações Sociais.

O CNIS é o documento onde fica registrado todo o histórico de vínculo de emprego e todas as contribuições que você fez ao longo da vida. ,

Ele tem o nome das empresas onde você trabalhou, as datas de entrada e saída da empresa onde você trabalhou, o recolhimento feito por carnê, os afastamentos. Tudo!

Na maioria das vezes o CNIS está desatualizado.

É muito comum a ausência de um vínculo de emprego no CNIS. Sim! Você trabalhou por 10 anos em uma empresa e esse período não consta no CNIS. Isso é um problema que pode afetar diretamente a sua aposentadoria.

É comum, também, haver datas diferentes. Na Carteira de Trabalho está uma data e no CNIS está uma outra data, que reduz o seu período de contribuição. Isso também afeta diretamente a sua aposentadoria.

Se você não consertar os erros no CNIS, seu cálculo de aposentadoria terá erros. Esses erros podem fazer você perder dinheiro.

Toda vez que você for demitido ou trocar de empresa, solicite o seu CNIS no INSS. Assim você saber se a empresa onde trabalhou fez as contribuições corretamente.

É importantíssimo consertar todos os erros no CNIS antes de pedir a aposentadoria.

 

6 – Escolher a aposentadoria errada.
Antes de pedir a aposentadoria você deve fazer simulações para cada aposentadoria que você tiver direito. O INSS possui diversos tipos de benefícios programáveis que possuem requisitos e valores diferentes.

Se você optar pelo tipo de aposentadoria errada, perderá muito dinheiro. As simulações servem para você descobrir qual aposentadoria te pagará o melhor salário possível.

Pode ser que você, hoje, tenha direito a uma aposentadoria por tempo de contribuição. Pode ser que, se você esperar 6 meses, você terá direito a uma aposentadoria por pontos: regra 86/96.

Esta espera pode representar um aumento significativo na sua aposentadoria. Lembre-se que a aposentadoria é para o resto da sua vida.

 

7 – Não solicitar a inclusão de atividade especial.
Esse erro é um dos mais graves. O trabalhador que exerceu atividade insalubre, perigosa e penosa tem que verificar se no CNIS, se no período que trabalhou exposto a algum agente nocivo (químico, físico ou biológico) consta no campo “observação” a sigla IEAN, que significa Indicador de Exercício de Atividades Nocivas.

O período de atividade especial pode te resultar num aumento nos meses de contribuição. As atividades de risco servem para concessão da aposentaria especial ou conversão em atividades comuns com acréscimo de tempo de serviço de 20% para mulheres e 40% para os homens.

 

8 – Não analisar o processo de aposentadoria.
Quando você se aposenta, o INSS vai te enviar uma carta pelos correios. Ela é conhecida como Carta de Concessão.

Esta carta de concessão vai conter o valor da sua aposentadoria, a memória de cálculo que é o cálculo da sua aposentadoria e o cálculo do seu fator previdenciário. Nesta carta terá, também, o banco onde você receberá sua aposentadoria.

Nesta carta será possível identificar os erros no cálculo. Fazendo a análise desta carta, será possível identificar os períodos que não foram contabilizados para a aposentadoria, os salários de contribuição que não foram incluídos e os períodos de atividade especial que não foram considerados.

Se você pegar esta carta de concessão, for ao banco indicado e sacar a sua aposentadoria. Pronto! No momento em que você sacar a sua aposentadoria, perderá o direito de cancelar a aposentadoria e corrigir os erros que tiver.

A partir daí, só será possível consertar os erros da aposentadoria com a ajuda de um advogado. O conserto, nesses casos, só será possível por meio da Revisão da Aposentadoria.


Mesmo tomando todas as precauções para se obter uma aposentadoria saudável, o trabalhador ainda está sujeito a erros do INSS.

O ideal é que você, ao receber esta carta de concessão, não saque a aposentadoria. Você deve procurar um advogado e pedir para ele analisar se esta aposentadoria está correta.

Espero que essas dicas te ajudem a não cometer esses erros antes de se aposentar. E se você está aposentado e cometeu algum desses erros, não se desespere. Procure um advogado especialista em cálculo previdenciário e ele com certeza irá te ajudar.

 

Fonte: www.jornalcontabil.com.br | 04/10/2019


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 60988
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão