Lei da meia-entrada entra em vigor a partir desta terça-feira (1)

Cotações e Índices

Moedas - 23/05/2019 16:29:44
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,048
  • 4,048
  • Paralelo
  • 4,010
  • 4,220
  • Turismo
  • 3,880
  • 4,210
  • Euro
  • 4,525
  • 4,527
  • Iene
  • 0,037
  • 0,037
  • Franco
  • 4,037
  • 4,036
  • Libra
  • 5,120
  • 5,125
  • Ouro
  • 164,140
  •  
Mensal - 06/05/2019
  • Índices
  • Fev
  • Mar
  • Inpc/Ibge
  • 0,54
  • 0,77
  • Ipc/Fipe
  • 0,54
  • 0,51
  • Ipc/Fgv
  • 0,35
  • 0,65
  • Igp-m/Fgv
  • 0,88
  • 1,26
  • Igp-di/Fgv
  • 1,25
  • 1,07
  • Selic
  • 0,49
  • 0,47
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 24/Maio/2019
  • COFINS
  • PIS/Pasep
  • IPI | Imposto sobre Produtos Industrializados
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

A partir desta terça-feira (1), a lei da meia-entrada começa a vigorar em todo o país. Agora, 40% dos ingressos disponíveis para venda ao público em geral em eventos culturais, esportivos e educativos devem ser destinado a estudantes, jovens de baixa renda e pessoas com deficiência. O decreto foi publicado no último dia 6 de outubro no Diário Oficial da União.

Segundo o Estadão, os produtores culturais podem extrapolar o porcentual caso queiram, mas ainda assim terão que tornar as informações sobre o número total de ingressos e a quantidade disponível para venda com desconto visíveis ao público.

Caso essas informações estejam ausentes, os beneficiários poderão pagar a meia-entrada, mesmo que ultrapasse o percentual definido de 40%. As regras porém, não se aplicam aos serviços adicionais oferecidos (como alimentação, por exemplo) nos eventos, mas compreendem áreas "Vips" e camarotes especiais.

Podem usurfruir do benefícios jovens estudantes, pessoas de baixa renda e com deficiência. Vale salientar que Cinemas, teatros, espetáculos musicais, circenses, educativos, esportivos e de entretenimento se enquadram na nova lei. Caso ela não seja cumprida, os usuários devem registrar a reclamação junto ao Procon.

Fonte: Administradores - 01/12/2015


Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Visitas ao site: 55581
Leal Contábil e Consultoria  |  Fone 98. 3312 6092  Avenida Colares Moreira, Quadra 28, Lote 07
Edifício Vinicius de Moraes, sala 901 | Bairro Calhau | CEP: 65.071-322 | São Luís - Maranhão